organização de eventos

Views: 211

Written by:

5 dicas para garantir uma boa conexão wi-fi na organização de eventos

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Quem comparece a eventos já teve esta experiência em tempos recentes. Palestrantes de alto nível, locação sofisticada, participantes interessantes… Mas nada de wi-fi. Ao invés dos temas em debate, a conexão ruim torna-se o principal foco de conversa. Com pessoas buscando aqui e ali os melhores pontos para conectar seus aparelhos. O wi-fi, portanto, tornou-se um item obrigatório na organização de eventos.

A carência de wi-fi nem sempre é resultado de um mau planejamento. O crescimento do uso de dispositivos móveis e os novos hábitos dos consumidores, principalmente os mais jovens, podem superar as expectativas dos organizadores mais tradicionais.

A rede, os eventos e o lucro

O crescimento da quantidade de dados gerada por grandes eventos não é de hoje. Já nas Olimpíadas de Londres, por exemplo, em 2012, a quantidade de informação gerada nas 94 locações totalizou 961 TB de dados. Eventos esportivos de grande porte superam com facilidade os 4 TB numa única noite. De acordo com reportagem publicada em agosto do ano passado pela Facility Manager Magazine.

Essa utilização massiva ocorre porque o wi-fi assegura que o evento vá para as redes sociais. O que só pode ser visto com bons olhos pelos organizadores, uma vez que amplia seu alcance e a divulgação de patrocinadores. Este é um componente importante porque os novos hábitos de consumo também incluem os dispositivos móveis. De acordo com a Nielsen, 45% dos consumidores com idades até 34 anos utilizam redes sociais para decisões de compra.

Os apps para eventos, outra tendência em alta entre as novas tecnologias. Também se beneficiam de uma infraestrutura adequada de wi-fi. Não somente os apps favorecem o engajamento e o networking, mas também são uma poderosa ferramenta para os patrocinadores. Oferecem um canal direto com os participantes e dados valiosos para o relacionamento com o consumidor (CRM). Promoções, gamificação e outros usos dos aplicativos também são favorecidos por um wi-fi eficiente.

A verdade sem fio

A infraestrutura de wi-fi (abreviação de wireless fidelity) tem o objetivo de proporcionar a conexão sem fio à internet. Sua capacidade em termos de atendimento a um determinado número de usuários depende de vários fatores. Como a frequência utilizada, largura de banda, quantidade de usuários (IPs) e capacidade de cobertura.

Para a escolha de um wi-fi que permita a organização de eventos sem maiores transtornos em termos de conexão deve levar em conta, essas dicas devem ser levadas em conta pelos organizadores:

1 – Número de dispositivos por usuário

De forma ideal, a conexão wi-fi deve estar preparada para atender a 2,5 dispositivos por pessoa, já que a tendência atual é o uso de mais de um equipamento por pessoa, como smartphones, laptops e tablets.

2 – Tecnologia dual band

A frequência mais utilizada para o wi-fi em locais públicos é a de 2,4 Ghz, mas o sinal costuma ser mais fraco e passível de interferências. O mais recomendável é utilizar a tecnologia dual band, que inclui a frequência de 5 Ghz, mais poderosa e disponível em modelos mais recentes de smartphones.

3 – Velocidade

A capacidade de atendimento a um grande número de usuários simultaneamente é essencial para a organização de eventos com novas tecnologias. Assim, o wi-fi disponível deverá ter no mínimo 10 MB para cada 100 usuários , podendo ser reduzida se as demandas previstas pelos usuários forem menores (somente e-mails e redes sociais, por exemplo).

4 – Cobertura

O sinal do wi-fi precisa estar disponível, senão em todos, na maioria dos locais de uso comum do evento. Para isso, a cobertura deve ser ajustada de forma atender às necessidades. Do contrário, rapidamente haverá um afluxo de pessoas para os pontos de sinal mais forte, o que poderá prejudicar o fluxo de pessoas ou o andamento da programação.

5 – Controle de banda

A configuração de diferentes redes para usos distintos é um fator importante para a organização de eventos. Isso porque a utilização da rede por parte da organização, por exemplo, não pode ter limitações. No caso dos usuários, porém, deve-se considerar a possibilidade de controlar o limite do tráfego para evitar que usuários ocupem excessivamente a banda disponível em detrimento de outros.

Curtiu nossas dicas para garantir uma boa conexão de wifi na sua organização de eventos? 😉 Conta pra gente!

como inovar em eventos com a tecnologia gerando resultados”

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *