gestão de eventos corporativos

Views: 144

Written by:

Interação e tecnologia juntas na gestão de eventos corporativos

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Quem investe na realização de eventos corporativos, tem em mente alguns objetivos bem definidos. Como novas oportunidades de negócio ou a conquista de novos consumidores. Seja através da participação no evento em si ou na exposição da marca patrocinadora.  Interação entre participantes pode ser o gatilho para o sucesso do evento

Qualquer organizador de eventos que se preze trabalha para que haja uma conexão efetiva entre os participantes. E que isso resulte num efetivo engajamento em relação ao conteúdo que está sendo apresentado. O que se espera, ao final dos trabalhos, é que surjam comentários favoráveis. Sobre o quão profunda, inovadora, enriquecedora e divertida (para citar apenas alguns exemplos de adjetivos que deixariam qualquer organizador sorrindo de orelha a orelha) foi aquela experiência para a maioria.

Resta pouca dúvida sobre a importância de uma boa interação para o sucesso de eventos em geral. No estudo Decision to Attend, divulgado no ano passado pelo The Experience Institute, foram entrevistados mais de 7 mil pessoas a respeito de seu interesse em comparecer a convenções e exposições.

Mais de 90% indicaram que manter-se atualizado em relação à profissão era um dos motivos principais. A seguir, o networking, razão apontada por 75% dos entrevistados. Percentual que chegou a 84% quando se tratava de profissionais mais jovens, da Geração Y. Assim, relacionar-se de algum modo é a chave para que o participante possa chegar aos seus objetivos. E, ao facilitar a interação, os organizadores vão proporcionar os meios para que isso aconteça.

Motivação e criatividade ou distração?

Os eventos corporativos também são motivadores e indicadores do potencial dos funcionários de uma empresa. Tornando possível verificar quem tem potencial para a liderança. Ou mesmo trabalho em equipe, capacidade de desenvolvimento de projetos etc. O modo como os grupos se relacionam fora do ambiente de trabalho pode ser benéfico em termos profissionais, estimulando a criatividade e a união em busca de objetivos comuns.

Para que isso aconteça, no entanto, também será necessário promover uma boa interação entre participantes, sem o que o evento vai se tornar apenas mais uma ocasião tediosa, na qual pessoas se sentam para ouvir um palestrante ou convidado. Ainda que o conteúdo seja relevante, a gestão de eventos moderna não pode se resumir a proporcionar apenas essa experiência.

O que pode acontecer em tais situações, neste mundo conectado em que vivemos, é que os participantes se distraiam com seus smartphones e tablets. Não é para menos que uma recente pesquisa divulgada pela Imex America, exposição voltada aos organizadores de eventos nos Estados Unidos, indica que 40% dos entrevistados afirmam que dispositivos móveis deveriam ser banidos de determinados tipos de reuniões, por serem indutores de distração.

Esta dificilmente será a solução mais adequada. Na verdade, a tendência atual é fazer exatamente o contrário. Utilizar os dispositivos para proporcionar mais interação entre os participantes, incentivar encontros e atividades coletivas. Com a necessidade de se relacionar devidamente satisfeita, os participantes com certeza terão mais foco no momento em que precisarem concentrar sua atenção em palestrantes e convidados.

Tecnologia interativa na gestão de eventos corporativos

A tecnologia mobile e a internet, portanto, longe de representarem uma distração, são aliadas para proporcionar mais interação entre participantes. Entre as estratégias que podem ser adotadas na gestão de eventos com essa finalidade estão as seguintes:

Aplicativos – Os aplicativos para eventos white label são uma maneira eficiente de facilitar o networking entre participantes – uma de suas várias funcionalidades. Também são eficazes para fins de gamificação.

Realidade Virtual – O desenvolvimento de ambientes virtuais em três dimensões, que já vêm sendo bastante utilizados para jogos, também está sendo aplicado com êxito em vários tipos de eventos.

Mídias Sociais – As mídias sociais são um espaço de interação por excelência, e, por isso, ganharam um espaço cada vez maior na organização de eventos. Porém, seu uso não deve ser indiscriminado – é preciso avaliar qual plataforma se adapta melhor aos seus objetivos.

Team Building – A realização de atividades lúdicas e descontraídas em grupo para desenvolver o espírito de equipe.  É uma forma de sair da rotina que pode incluir desde atividades ao ar livre até oficinas circenses e técnicas teatrais.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *