gestão de eventos

Views: 2319

Written by:

As principais tendências da gestão de eventos para 2017

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Um ano novo que começa é sempre uma época para avaliar o que passou e fazer planos para o futuro. Nesses momentos, pode ser útil saber o que se espera do setor de eventos em 2017, com base em pesquisas e opiniões de especialistas renomados. Afinal de contas, a gestão de eventos no Brasil caminha a passos largos rumo a uma profissionalização cada vez maior. Esse fenômeno se reflete também na crescente adoção de novas tecnologias para proporcionar experiências mais enriquecedoras para os usuários.

Essa tendência foi detectada no recente relatório de previsões para 2017 da American Express Meetings & Events. Com base em pesquisas e questionários feitos com profissionais do setor, a empresa relaciona uma série de indicadores sobre o desempenho do setor de eventos. Os dados relativos às Américas Central e do Sul indicam uma tendência a eventos mais curtos, com menos usuários, com exceção dos eventos voltados para Vendas/Marketing e Treinamento.

Apesar disso, os organizadores brasileiros demonstram a tendência a enriquecer a experiência do usuário com a adoção de novas tecnologias, como as plataformas integradas para eventos. Conforme um dos entrevistados, há um crescente interesse em aplicativos móveis e outras tecnologias que podem melhorar o networking e, em última análise, dar um novo formato à experiência dos participantes. A expectativa é de crescimento, em média, de 1% no orçamento dos eventos.

Os maiores gastos por participante ocorrem em eventos de incentivo e especiais (US$ 891 por participante), enquanto que os de Vendas e Marketing ficam em US$ 688 e os de Treinamento em US$ 481. As cidades preferidas para a realização de eventos na região são o Rio de Janeiro, Cancun, Cidade do Panamá, São Paulo e Cidade do México.

Dos drones ao newsjacking

Como faz há seis anos, o blog Event Manager relacionou as principais tendências para o setor deste ano. Especialistas em quatro áreas da gestão de eventos elencaram 10 tendências nas áreas de tecnologia, design, escolha de locação e marketing digital/mídias sociais.

Em relação à tecnologia, os principais destaques ficam com a realidade mista, ou a mistura de realidade virtual e interação física em eventos. A previsão é que isso incentive os eventos híbridos, que misturam participantes presentes fisicamente e virtualmente. Outras tendências são o uso de drones para livestreaming, artificial concierge, que prevê o uso de inteligência artificial para aprimorar o uso de aplicativos, e o crowd thinking, ou a participação cada vez maior dos participantes na gestão de eventos.

No que se refere ao marketing, podem ser citadas as tendências de utilização de contas de mídias sociais por influencers (account takeovers), como uma forma de projetar marcas e eventos para o universo de seus seguidores, e o newsjacking, ou o uso de notícias de última hora ou temas de interesse público em campanhas de marketing. A criação de conteúdo próprio do evento (on-site content creation) e o uso do entretenimento como forma de engajamento são outras tendências que merecem atenção.

A escolha de locações tem sido cada vez mais influenciada por questões tecnológicas, como o fenômeno do “traga seu próprio dispositivo” (BYOD, ou bring your own device). O uso de smartphones, tablets e computadores portáteis exige infraestrutura adequada e este é um componente decisivo na escolha de locações em eventos modernos. Outra tendência, em termo de escolha de cidades, é a divulgação de grandes centros como áreas de alta tecnologia e conhecimento, ao invés de simplesmente destinos turísticos agradáveis, para atrair grandes eventos internacionais.

Palavra de especialista em eventos

O consultor Corbin Ball também tem suas próprias previsões a respeito da tecnologia de eventos para este ano. Ele lista sete tendências que os organizadores de eventos devem prestar atenção, começando por uma que já temos abordado bastante no blog: o uso do vídeo e do live streaming para ganhar espaço nas mídias sociais, entre outros objetivos. Na sua opinião, o que veremos é a uma crescente demanda de participantes nessa área, até pela diversidade de ferramentas que estão sendo postas à disposição pelas redes.

Entre as tendências apontadas pelo consultor podemos citar as seguintes:

Análise de dados – O uso de apps para eventos e outras ferramentas produzem uma grande quantidade de dados analíticos sobre o comportamento de usuários que podem ser utilizados para melhorar a gestão de eventos. Essa integração de dados, porém, não é tão fácil, ainda que venha sendo facilitada pelo lançamento de novas ferramentas.

Engajamento é a chave – As formas de promover o engajamento de participantes aumentaram nos últimos anos, e esse fator tornou-se chave para o sucesso dos eventos. Quem está emocionalmente envolvido ou comprometido acaba se beneficiando mais com o aprendizado e a retenção de novos conhecimentos ou relacionamentos. Assim, terá mais chances de voltar em futuras edições e convencer outros a fazê-lo.

Tracking de participantes – O acompanhamento dos participantes através de reconhecimento facial, biométricas ou análise de sentimentos será cada vez mais utilizado para avaliar o engajamento, dados demográficos e problemas potenciais em tempo real. Bem entendido, algumas ferramentas já disponíveis no mercado ressaltam que esse acompanhamento será feito de forma anônima, respeitando a privacidade. Existem até mesmo pulseiras que se propõem a medir as reações de usuários com base na resposta galvânica da pele.

Conta pra gente nos comentários! O que você achou dessas tendências de gestão de eventos para 2017?

Estratégias de marketing para eventos

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

2 Responses to :
As principais tendências da gestão de eventos para 2017

  1. Excelente matéria. Alguém teria alguma tendência sobre palestrantes em eventos: presencial, video conferencia, webinar!!
    Muito grato e parabéns mais uma vez

    1. Alessandra Castro disse:

      Olá José Carlos. Obrigada pelo comentário.
      Qual tipo de palestrante você está buscando?

Deixe uma resposta para Alessandra Castro Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *