Marketing de conteúdo para eventos, blog de eventos, app para eventos

Views: 657

Written by:

4 estratégias para desenvolver o marketing de conteúdo para eventos

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Para o desenvolvimento de uma campanha de marketing  de conteúdo para eventos vale a pena dedicar um pouco mais de atenção para o que será divulgado. Afinal de contas, errar a mão nesse setor pode prejudicar não só a imagem do evento em si, como também a dos seus organizadores e patrocinadores.

Portanto, vale a pena elaborar estratégias que promovam resultados melhores e incorporem as novas tecnologias, como o mobile e os apps para eventos.

O objetivo do marketing de conteúdo para eventos é trazer valor para sua audiência. Ao elaborar uma estratégia consistente e divulgar conteúdo relevante, você vai atrair mais interessados – os seus futuros participantes.

E, mais do que isso, poderá consolidar a liderança da sua marca entre o seu público-alvo. Tais conquistas resultarão em melhor retorno sobre o investimento (ROI) para você e seus patrocinadores, o que, por sua vez, vai assegurar maior longevidade para o evento.

Marketing de conteúdo para eventos

Adotar estratégias bem definidas permite que você trabalhe com mais tranquilidade e extraia os melhores resultados do conteúdo disponível. Vejamos as principais estratégias que devem ser estabelecidas desde as fases preliminares da organização do evento:

1 – Planeje cada etapa

Um grande problema do marketing de conteúdo para eventos é o tempo. É preciso pensar no tipo de conteúdo a ser criado. Dependendo da escolha, será preciso escrever, gravar, editar, publicar, divulgar o material de terceiros… O engajamento dos participantes não virá como num passe de mágica. Em equipes pequenas, como costuma acontecer na gestão de eventos, isso pode ser difícil de gerenciar.

A melhor solução é planejar, passo a passo, cada etapa da campanha, nas diferentes fases: pré, durante e pós-evento. A princípio essa tarefa pode parecer assustadora, mas, uma vez que esses fundamentos foram estabelecidos, os ganhos futuros serão significativos. E provavelmente não serão apenas em tempo economizado com a tomada de decisões mais ágil, mas também em termos de crescimento do interesse do público-alvo.

2 – Crie buyer personas

Marketing personas, ou buyer personas (que, em português, podem ser traduzidos como clientes ideais) são representações de clientes a partir de dados demográficos, pesquisas de mercado e outras fontes de informações. Eles fornecem um quadro ideal para auxiliar as equipes de marketing a compreender os consumidores a partir de suas preferências e comportamentos.

Para construir um ou mais perfis de buyer personas, você tanto pode recorrer a pesquisas junto aos participantes de eventos anteriores, como também de fontes de informações disponíveis. No caso dos apps para eventos, são coletados bancos de dados de perfis que podem ser integrados aos seu programa de CRM. Outra opção de captação de informações é o monitoramento da atividade do site do evento, através de ferramentas como o Google Analytics.

3 – Agregue valor

Para agregar valor ao seu conteúdo, você precisa descobrir quais temas relacionados ao evento atraem mais interesse. Isso pode ser feito através da seleção e acompanhamento de palavras-chave, que por sua vez conduzem ao conteúdo mais acessado relacionado a elas. Com base nesses dados (que você pode buscar através de ferramentas específicas, como o SemRush e apps de monitoramento de redes sociais), já será possível estabelecer quais os conteúdos de maior valor.

É igualmente importante conferir mais destaque para o conteúdo com base em alguns critérios básicos:

Compreensão – O que você produz é facilmente compreensível? Avalie sempre se seu conteúdo será absorvido pela audiência da forma como você deseja. Um bom marketing para eventos leva em conta os mínimos detalhes nesse aspecto.

Relevância – Tome cuidado com conteúdos antigos. Avalie sempre a atualidade das suas informações, o que é vital para que seja considerado relevante.

Design – Se dispõe de conteúdo com visual ultrapassado, mas que ainda é relevante, dê uma repaginada antes de disponibilizar para o público. O design vigente na internet muda de tempos em tempos, acompanhando novidades tecnológicas, e itens como infográficos, por exemplo, ganham mais vida quando recebem nova roupagem.

4 – Adapte para o mobile

Nunca é demais frisar que o conteúdo de internet, atualmente, é cada vez mais acessado através de dispositivos móveis. Essa tendência segue a mudança de hábitos da população, que utiliza os smartphones como parte do seu cotidiano. De acordo com pesquisa divulgada pelo site Mobile Time, os brasileiros passam em média 3h14 conectados aos seus aparelhos, e considerando os millenials, o tempo aumenta para quatro horas diárias.

A adaptação dos conteúdos ao mobile, além de atender à demanda dos que navegam na internet e fazem buscas pelo smartphone, também permite melhor aproveitamento das features dos apps para eventos, como o feed de notícias e notificações. A produção de conteúdo especialmente direcionada a quem já se inscreveu assegura o engajamento dos participantes e constrói um sólido branding para seu evento.

 

Como usar o marketing de conteúdo na organização de eventos?

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *